República Checa - Czech Republic.

República Checa - Czech Republic.
República Checa - Praga sob a neve. / Czech Republic - Prague under snow. / République Tchèque - Prague sous la neige.

domingo, 5 de maio de 2013

BEM VINDOS A TAILÂNDIA.


Bandeira da Tailândia.

A Tailândia, oficialmente Reino da Tailândia anteriormente conhecida como Sião. é um país asiático situado no centro da península da Indochina e a península Malaia.
 
O país é uma monarquia constitucional, encabeçada pelo rei Bhumibol Adulyadej, o nono rei da Casa de Chakri, tendo reinado a nação desde 1946 e sendo o mais antigo chefe de Estado do mundo e o monarca com maior reinado na história tailandesa. O rei da Tailândia é intitulado Chefe de Estado, Chefe das Forças Armadas, Defensor da religião budista e o defensor de todas as religiões.
 
Tailândia é um país localizado no sudeste asiático, sendo limítrofe com Laos e Camboja, ao leste; Myanmar a oeste e Malásia, ao sul. A Tailândia é também conhecida como Sião, que era o nome do país até meados de 1949. Thai significa "livre", em tailandês e é assim que as pessoas geralmente se referem quando vão falar sobre esse país e seus habitantes ( cultura thai,língua thai, habitantes Thais,etc.)
 
A região norte do país apresenta um relevo bastante montanhoso, sendo o ponto mais alto o monte Doi Inthanon, com 2 576 m. Na porção nordeste há também uma área elevada denominada Khorat Plateau que é, a leste, contornada pelo rio Mekong, um dos maiores do mundo, drenando uma grande área do continente asiático. No entanto, devido às suas variações em seu fluxo e por ser bastante encachoeirado, esse rio não é navegável. Outro rio importante é o Chao Phraya , com 370 km, que corta o país de norte a sul, atravessando, inclusive, a capital, Bangkok. Na região sul do país o relevo é mais baixo, sem muitas elevações.
 
A Tailândia está localizada na zona climática Tropical, portanto seu clima é bastante quente e caracterizado por monções. A vegetação é caracterizada praticamente por florestas tropicais. Seringueiras foram importadas do Brasil, da região Amazônica e plantadas no sudeste do país, há mais ou menos 100 anos. Há cem anos, as florestas serviam também de lar para milhares de elefantes que, infelizmente, devido à devastação e à caça, hoje a população de elefantes é de aproximadamente 5 000. Em 1989 o governo começou a construir parques naturais para proteger os elefantes e animais que se encontravam na mesma situação. No entanto, caçadores ainda continuam a matar tigres, leopardos e ursos negros asiáticos, todos ameaçados de extinção.
 
Fazendo Turismo na Tailândia:
 
Pegar um dos barcos que trafegam pelo rio e descer nos principais templos exige apenas uma câmera fotográfica e pouco dinheiro no bolso. Ao longo do rio, há dezenas de paradas nas suas margens, indicadas em qualquer mapa da cidade. Os turistas podem comprar ingressos na hora e entrar nos barcos em qualquer uma destes pontos.
 
Dependendo da distância percorrida, os ingressos variam de 9 baht (R$ 0,50) a 27 bath (R$ 1,50). Antes de embarcar, vale a pena conferir os “quitutes” vendidos na entrada de alguma dessas estações aquáticas — tartarugas, sapos e cobras marinhas vivas são expostos em bacias com água, para as pessoas prepararem como comida em casa.
 
Para entender a importância dos templos, um pouco do contexto histórico: Bangcoc tornou-se a capital da Tailândia após a proclamação do general Chao Phraya Chakri como novo rei, com o nome de Rama I. Com ele, iniciou-se a dinastia que governa o país até os dias de hoje. Rama I chegou ao poder com a destituição do governo de seu antecessor, o também general Phraya Taksin, gerada por diversos desentendimentos entre o monarca e seus ministros. Nesse período, a capital do país era a cidade de Thonburi, hoje anexada a Bangcoc. Taksin foi o responsável por expulsar os birmaneses que tinham dominado boa parte do país em 1765, quando extinguiram o Reino do Sião.
 
A viagem pelo rio é divertida, mas quem quiser evitar a água pode fazer o percurso entre os templos em tuk-tuks — os tradicionais carrinhos de três rodas da Tailândia usados como transporte público. O trajeto não demora mais de 15 minutos, mas é fundamental negociar o preço antes da corrida. Os motoristas costumam oferecer viagens por apenas 40 baht (pouco mais de R$ 2), mas em troca, pedem uma “ajudinha” do passageiro.
 
Funciona assim: ele leva o turista para o local pedido e, na volta, pede que você entre em algumas lojas e finja que vai comprar algum objeto. A viagem acaba demorando mais de uma hora, mas o motorista garante sua comissão. Para quem não está com pressa, pode virar até um divertido — e inofensivo — passeio pela “malandragem tailandesa”.
 
Antes de conhecer um contraponto à Tailândia no menos agitado Laos, rume a sul de Bangcoc, para conhecer as praias tailandesas em duas experiências também contrastantes: um refúgio que atrai jovens de todo o mundo querendo ter a mesma experiência de fuga vivida pelo personagem de Leonardo DiCaprio em “A praia”, e as agitadas ilhas numa das quais o filme foi de fato rodado.
 
O passeio começa em Krabi, na costa do Golfo da Tailândia. Saindo de Bangcoc, é possível voar para lá numa das companhias aéreas low-cost da região, como a Asia Airlines e a Tiger Airways. Os voos custam cerca de 1.450 bahts (apenas R$ 80), e duram pouco mais de uma hora.
 
De lá, vá para a Baía Railay, cujo acesso só é feito por barco. Cercada por falésias e grutas que guardam inúmeros mitos, como da deusa que protege os pescadores dos perigos do mar, Railay ainda é pouco afetada pelo turismo. Nas duas principais praias, Ton Say e Phranang Beach, é possível ver macacos em bandos ou alimentando filhotes.
 
A baía também é conhecida por ser um dos melhores locais da Ásia para escaladas. Há cursos para crianças e adultos que duram até três dias. Quem não gosta de esportes radicais pode optar pelos passeios de caiaque, para explorar as cavernas.

ATailândia é um país que marca a vida de todos os turistas que escolhem passar suas férias em uma paraíso que costuma mesclar com tradição budista o caos da vida moderna com o sossego de praias desertas e preservadas. Consulte seu agente de viagens e faça da câmera fotográfica seu item obrigatório durante toda a viagem. Arrumem as malas e Boa Viagem.

Confiram as fotos:

 
A belíssima Bangkok.
 
Centro de Bangkok.

Colinas do norte da Tailãndia.
 
Cidade histórica de Ayutthaya 
e com seus impressionantes templos budistas.
 
Os típicos Tuk-Tuks nas ruas da Tailândia.

 A famosa Poda Island Beach.

Prédio da Assembléia Nacional da Tailândia.

Uma paisagem comum na Tailândia.
As inúmeras e imensas plantações de arroz.

Todo o colorido e os sabores do tempero tailandês.
Fazer uma visita aos mercados tradicionais é um programa obrgatório.
 
Serviço:
ONDE FICAR, ONDE COMER E PASSEIOS.

BANGKOK.
Onde Ficar.

Prince Palace Hotel
- Diárias a partir de 2.200 baht ( por volta de R$ 120) - 
Bo Bae Tower Damrongrak Road 488/800.  Tel: (66-2) 628-1111.
Site: www.princepalace.co.th 

Landmark.
 - Diária a partir de 3.300 baht (R$ 180) -
Sukhumvit Road 138. Tel. (66-2) 254-0404.
Site: www.landmarkbangkok.com 

Se voce quer um pouco mais de charme e pode gastar um pouco mais com as diárias, minha indicação é:
Mandarin Oriental .
- Diárias a partir de 10.600 baht (R$ 575).
 Oriental Avenue 48. Tel. (66-2) 659-9000  - (66-2) 659-9000.
Site: www.mandarinoriental.com
 

ONDE COMER EM BANGKOK:

BO LAN:
(De terça-feira a sexta-feira, abre para o jantar, das 18h à meia-noite.  Sábados e domingos, também das 11h30m às 16h30m.)
42 Soi Sukhumvit 26.
Tel. (66-2) 260-2692.
Site: www.bolan.co.th 

SUPATRA RIVER HOUSE:
Aberto das 12h às 23h. 266 Soi Wat Rakhang, Arunamarin Road.
Tel. (66-2) 411-0305  - (66-2) 411-0305.
Site: www.supatrariverhouse.net 

PASSEIOS EM BANGKOK:

Grande Palácio e complexo de Wat Phra Kaeo:
(Aberto das 8h30m às 15h30m.)  Phra Lan Road.
Entrada: 200 baht (R$ 10).
Site: www.palaces.thai.net 

Templo de Wat Arun
Das 7h às 17h.
Entrada: 20 baht (R$ 1).
Arun Amarin Road.
Site www.wataroun.org  

Passeio de barco pelo Rio Chao Phraya:
Site www.chaophrayaexpressboat.com 

BAÍA RAILAY.
Onde Ficar.

Sand Sea Resort:
Diárias a partir de 1.935 baht (R$ 105 - na alta temporada que seguem-se aos meses de novembro a abril).
 39 Moo 2 Ao Nang.
Tel. (66-8) 5691-4786.  
Site: www.krabisandsea.com  

Bhu Nga Thani Resort.
Quarto duplo a partir de 6.360 baht (R$ 345 na alta temporada).
479 Moo 2, Ao Nang. Tel. (66-7) 5819-4514.
Site: www.bhungathani.com 

Rayavadee.
Esse é top em termos de serviços, conforto e elegância.
(Diárias com valores a partir de 22.300 baht (R$ 1.200).
 214 Moo 2 Krabi.
 Tel: (66-7) 562-0740  - (66-7) 562-0740.
Site:  www.rayavadee.com 

ONDE COMER EM BAÍA RAILAY:

The Last Bar - No lado Leste da baía, indico fazer uma curta caminhada até lá, curtir a atmosfera da cidade e esse passeio  não demora mais que 15 minutos. -

PASSEIOS NA BAÍA RAILAY:

Para quem se liga em esportes radicais, fazer uma escaladas é uma excelente dica. A King Climbers oferece cursos de 12 horas até a três dias.
Site: www.railay.com 

Passeios de caiaque.
As lojas de turismo/agências de turismo local oferecem tours. Um passeio das 8h30m às 16h custa em torno de 1.382 baht (R$ 75).

PHI PHI.
Onde Ficar.

Chunut Guest House.
( Diárias em quarto duplo a partir de 1.845 baht  - R$ 100).
 Moo 7, Phi Phi Don.
Tel. (66-81) 894-1026.

Phi Phi Island Cabana Hotel.
Diária no quarto duplo por 7.925 baht (R$ 430).
Tel. (66-2) 275-5965 - (66-2) 275-5965.
Site: www.phiphi-cabana.com 

ONDE COMER.
Pum
- Das 11h às 22h.  Com aulas de culinária às 11h, 16h e 18h. –
125 Moo 7, ao Nang.
Tel. (66-81) 521-8904.
Site: www.pumthaifoodchain.com 

D’s books.
 – Este é um Café com uma coleção de livros de primeira e segunda mão, compradas, vendidas e trocadas pelos turistas. – Vale a pena uma visita.
Aberto diariamente, das 10h às 22h. Centro de Ton Say.

PASSEIOS:

Não saia da ilha sem fazer um mergulho.
Há dezenas de agências com instrutores em Ton Say.
Os passeios duram cinco horas e incluem dois mergulhos.
Os valores oscilam em torno de 3.315 baht (R$ 180).

LAOS:
ONDE FICAR:

Chang Inn.
 - Diária a US$ 84. Neste caso, o ideal é reservar com antecedência. -
93 Unit 03 Sakharin Road, Phonheung Village.
Tel. (85-6) 7125-3553.
Site: www.the-chang-inn.com 

Maison Souvannaphoum Hotel.
(Cinco estrelas) Valores de diárias a partir de US$ 60.
Rue Chao Fangum, Banthatluang. Tel. (85-6) 7125-4609.
Site: www.angsana.com 

domingo, 7 de abril de 2013

CONHEÇA A ISLÂNDIA.



A Islândia é um país nórdico insular europeu situado no Oceano Atlântico Norte. O seu território abrange a ilha homônima e algumas pequenas ilhas no Oceano Atlântico, localizadas entre a Europa continental e a Groenlândia. O país conta com uma população de quase 320 mil habitantes em uma área de cerca de 103 mil quilômetros quadrados. A sua capital e maior cidade é Reiquiavique, cuja área metropolitana abriga cerca de dois terços da população nacional. Devido à sua localização, a Islândia tem uma grande atividade vulcânica e um importante gradiente geotérmico, o que afeta muito a sua paisagem. O interior é constituído principalmente por um planalto caracterizado por campos de areia, montanhas e glaciares. Aquecida pela corrente do Golfo, a Islândia tem um clima temperado em relação à sua latitude e oferece um ambiente habitável.
 
A Islândia possui uma sociedade desenvolvida e tecnologicamente avançada cuja cultura é baseada no patrimônio cultural das nações nórdicas. A herança cultural do país inclui a cozinha tradicional islandesa, a poesia e as sagas islandesas medievais. Nos últimos anos, a Islândia tornou-se uma das nações mais ricas e desenvolvidas do mundo, tendo sido classificada pela ONU  - Organização das Nações Unidas  -  como o terceiro país mais desenvolvido do mundo.
 
A Islândia é um dos países com os melhores indicadores de saúde do mundo. Praticamente não possui poluição, sua população tem alta expectativa de vida e baixa taxa de mortalidade infantil. Além disso, a quantidade de médicos por pessoa na Islândia é maior do que a de qualquer outro país do mundo. Não existe setor de saúde privado no país, e todos os habitantes têm acesso ao sistema público de saúde islandês.
 
A educação é uma prioridade na Islândia. (Dá um orgulho danado de morar em um país assim.)  Um dos princípios básicos do sistema educacional islandês é de que todos devem ter oportunidades iguais de acesso ao conhecimento independentemente do sexo, cor, religião, cultura e condição social.
 
A Islândia possui uma taxa de criminalidade menor do que a de muitos paíse desenvolvidos. (Outro pont que dá um orgulho enorme de morar em um país como a Islândia.) Alguns fatores que contribuem para essa taxa reduzida são o alto padrão de vida, a pequena população e a força policial bem treinada. Dentre os crimes mais comuns no país estão os pequenos assaltos e arrombamento de carros, que ocorrem principalmente na capital do país.
 
Come-se muito bem na Islândia. A culinária islandesa é conhecida pela utilização de produtos frescos, livres de agrotóxicos e de outras substâncias químicas. Seus peixes são renomados pela pesca responsável e pelos elevados padrões de qualidade. A partir do século vinte, os habitantes da Islândia passaram a utilizar outros ingredientes de origem estrangeira além daqueles de origem nórdica, mas os ingredientes frescos do país continuam sendo a parte mais importante da culinária islandesa.
 
O turismo está entre os setores que mais crescem na economia islandesa. Na última década, o número de turistas aumentou em mais de cem por cento, atingindo 566 mil em 2011 que movimentararam cerca de 824 milhões deE uros no país. Eles vêm principalmente dos países nórdicos, da Europa central e meridional e do Reino Unido.
 
A Islândia possui as mais diversas atrações turísticas. As caraterísticas naturais, principalmente as mais peculiares como os Gêisers, as Piscinas de Lama Quente, e os Glaciares atraem muitos visitantes para o país. Uma das principais atrações é a Lagoa Azul ( Bláa Lóniò)famosa principalmente por suas propriedades terapêuticas. Sendo o país com menor densidade populacional da Europa, o cénário natural se encontra bastante conservado, o que atrai, além dos turistas, muitos fotógrafos, artistas, pesquisadores e cientistas. Na Islândia, estão dois patrimônios mundiais declarados pela UNESCO, o primeiro deles é o PArque Nacional Pingvellir (Thingvellir), notório porque no local funcionou o parlamento do país a céu aberto até 1768; o segundo é a Ilha Surtsey, que surgiu na década de 1960 a partir de uma erupção vulcânica e permaneceu intocada desde então.  
 
O transporte marítimo de passageiros para o país é feito por meio de uma balsa que sai da Dinamarca, passa pelas Ilhas Feroe e chega em Seyðisfjörður, no oeste do país. Entretanto, durante o inverno do hemisfério norte, entre outubro e abril, esse serviço não está disponível. Em relação ao transporte aéreo, a Islândia possui 99 aeroportos, mas somente seis deles possuem pista pavimentada. O Aeroporto Internacional de Keflavík, a 48 quilômetros da capital do país, é o mais movimentado da Islândia, sendo que somente no ano de 2007, mais de dois milhões de pessoas passaram pelo terminal aeroviário. As companhias aéreas do país oferecem voos regulares para diversas localidades na Europa e América do Norte.
 
Por estas e outras a Islândia continuará sendo um destino que trará sempre grandes e boas surpresas aos turistas e visitantes. Um local rústico  e tradicional e ao mesmo tempo moderno e elegante. Faça da Islândia seu próximo destino de férias. Façam as malas e Boa Viagem.

Seguem as fotos:
Casas Tradicionais de Turfas da Islândia.
 
Uma amostra da exótica comida Islandesa.
 
Os surpreendentes Gêisers na paisagem da Islândia.
 
A impessionante Lagoa Azul.
 
Reykjavík - Belíssima Capital da Islândia.
 
VULCÕES.
Senhores absolutos da exótica paisagem da Islândia.
                                  
                                                               

INTERCÂMBIO ESTUDANTIL


Estar na universidade não tem impede de ver o mundo. Existem muitos métodos econômicos que te ajudam a viajar, além disso, algumas oportunidades existem exclusivamente para estudantes. Os programas de intercâmbio estudantil são sempre uma excelente opção. Fiquem de olho nestas dicas e aproveitem as facilidades que as agências de Intercâmbio colocam ao dispor dos estudantes que querem muito mais do que uma simples viagem ao exterior:
 
Se você quer saber como é a vida em uma universidade estrangeira, procure um programa de intercâmbio estudantil. Algumas universidades possuem acordos com instituições que facilitam este processo e garantem um ano de seu curso em terras estrangeiras.
 
PROCURE TARIFAS COM DESCONTO:
Muitas empresas e organizações oferecem descontos generosos para estudantes, e a indústria de viagens não é diferente. Em muitos países, trens e outros tipos de transporte oferecem tarifas mais baratas para estudantes ou passageiros abaixo de certa idade. Se enquanto você planeja a sua viagem, tirar um tempo para pesquisar estes descontos, você economizará muito dinheiro no final das contas.

 

VIAJE EM HORÁRIOS ALTERNATIVOS:
Pense de maneira diferente ao planejar suas datas de viagem. Pegar um voo em um horário alternativo ou em dias diferentes, pode reduzir muito o preço das suas passagens.
 

CONHEÇA  MAIS SOBRE VISTOS DE TRABALHO:
Muitos países, como a Austrália, por exemplo, oferecem vistos de trabalho de curto período, especificamente para estudantes. Isso permite o estudante a financiar parte da sua viagem com um emprego simples, enquanto conhece o país.


ENSINE SUA LÍNGUA EM OUTROS PAISES:
Se você ler, falar e escrever qualquer tipo de língua de maneira fluente, você poderá ensinar o que você sabe em outros países. Existem muitas empresas dispostas a pagar sua viagem, custos de estadia e um salário para você desempenhar este papel. Assim, você viaja pelo mundo e ainda ganha dinheiro.


VERIFIQUE AS TAXAS DE CÂMBIO:
Antes de decidir o seu destino, fique de olho nas taxas de câmbio. Quanto mais dinheiro estrangeiro você conseguir comprar com a sua própria moeda, mais você poderá gastar em sua viagem.

ENCONTRE UM LUGAR PARA FICAR ANTECIPADAMENTE:
É sempre bom procurar por hotéis antes de viajar. Aqueles que fazem suas reservas cedo, geralmente pagam menos e conseguem acomodações melhores.


VISITE ATRAÇÕES GRATUITAS:
Procure atrações grátis. Enquanto os populares pontos turísticos cobram taxas exorbitantes por visitas monitoradas, existem diversas alternativas nas grandes cidades para descobrir locais incríveis sem gastar nada. Em Londres, por exemplo, o Museu de História Natural e diversas galerias, como a Tate Modern Art Gallery, estão entre a lista de atrações que não cobram entrada e vale muito a pena.

 

CUIDADO COM TAXAS IMPREVISTAS:
Empresas aéreas mais modestas são consideradas como o meio mais barato de se locomover, especialmente na Europa, mas as jornadas dessas empresas podem ter custos ocultos embutidos. Entretanto, com um bom planejamento, elas podem ser evitadas. Se você viajar sem muita bagagem, você poderá levar tudo em sua bagagem de mão, evitando as tarifas extras cobradas por uso de bagageiro.

VIAJE COM A SUA FAMÍLIA:
Não tenha vergonha de viajar em feriados com a sua família. Com a sua independência recém-conquistada é fácil ficar tentado em recusar a oferta de viajar com a família, mas, pense bem! Você não irá gastar quase nada e irá se divertir do mesmo jeito. Lembre-se: você ainda é um estudante e não está em posição de recusar uma viagem grátis.

Seguindo estas dicas simples sua viagem de intercâmbio terá mais chances de sucesso e os valores gastos estarão dentro do orçamento modesto estudantil e com toda certeza as recordações serão as melhores possíveis. Aproveite tudo e Boa Viagem!

 

domingo, 17 de março de 2013

O CARGO DE CONCIÈRGE.



A palavra "Concierge" evoluiu do francês "comte des cierges", uma referência aos servos que assistiam os caprichos dos nobres visitantes em castelos medievais. Nos tempos atuais, o termo costuma ser associado a um empregado multilíngue de hotel que normalmente organiza passeios, lida com bagagem e faz reservas aos hóspedes.  Entretanto, o serviço de concierge é bem mais amplo e pode ser visto não somente no segmento hoteleiro. O concierge corporativo, que derivou da ideia de concierge de hotel, é crescente e relativamente novo – tem pouco mais de vinte e cinco anos, e hoje pode ser encontrado em hospitais, shopping centers, aeroportos, além de prestado por empresas especializadas a indivíduos (pessoas físicas) e a outras empresas (pessoas jurídicas). A figura do concierge pode ser interpretada como a de um assistente pessoal, com quem se contrata um serviço que, em última instância, proporcionará ao contratante mais tempo livre para focar em seus objetivos principais durante um evento, uma viagem, ou mesmo no seu dia-a-dia. 

Sabe-se que, apesar dos avanços tecnológicos notadamente em transportes e comunicação, o tempo para cuidar das atividades de rotina, profissionais e pessoais, continua escasso e se tornou a riqueza deste novo século, com tendência a se valorizar cada vez mais.

Assim, a popularidade dos serviços de concierge deve-se ao fato de que as pessoas estão sobrecarregadas e possivelmente estressadas, e, em poucas palavras, precisam de ajuda para lidar com a vida. E não seria diferente no campo esportivo, já que os atletas precisam aproveitar todo o tempo disponível para treinos, alimentação e por que não dizer também o lazer.

Os concierge são "parte Merlin, parte Houdini", de acordo com a associação de concierge de hotel, Les Clefs D'Or. Eles podem resolver praticamente qualquer problema e lidar com tarefas aparentemente impossíveis com velocidade surpreendente.

Apesar de a imagem principal do concierge permanecer como o funcionário do hotel que faz reservas de jantar e espetáculos e agenda excursões, as responsabilidades atribuídas ao cargo expandiram-se significativamente nas últimas três décadas. Hoje em dia, os concierges oferecem uma ampla gama de serviços em uma variedade de locais, desde corporações até condomínios. E a despeito do comum engano de que os concierges  trabalham apenas para os muito ricos, na realidade seus serviços estão disponíveis a pessoas de todas as faixas de renda.

A essência do trabalho do concierge é prestar serviços. Um concierge de hotel existe para garantir que os hóspedes tenham tudo o que necessitam durante sua estada. Tipicamente, o concierge fica atrás do balcão na recepção e os hóspedes podem comparecer pessoalmente ou chamar para fazer suas solicitações.

Essas solicitações podem incluir:
obter reservas no restaurante do próprio hotel ou nos restaurantes famosos da cidade;
comprar ingressos para teatros ou concertos;
agendar excursões a pontos turísticos ou para fazer compras;
indicar atrações locais;
contratar um carro para visitar pontos turísticos ou para ir ao aeroporto;
tomar todas as providências de viagem, desde a confirmação de vôos e escolha de assentos até a obtenção de vistos;
substituir uma escova de dentes, creme dental ou outros itens pessoais que um viajante deixou em casa;
guardar a bagagem até que um hóspede faça o "check-in" ou "check-out";
ajudar a planejar uma reunião corporativa, festa, casamento ou qualquer outro evento no hotel;
providenciar um intérprete para auxiliar um hóspede estrangeiro... entre outras tantas atribuições.

TREINAMENTO DE CONCIERGE:

Apesar de algumas escolas universitárias de hotelaria oferecerem programas sobre hospitalidade e muitos dos maiores hotéis fornecerem treinamento para seus concierges, a maioria das habilidades necessárias para ser bem-sucedido no cargo são intuitivas ou aprendidas no emprego e com o tempo. De fato, alguns dos melhores concierges do ramo nunca tiveram nenhum treinamento formal. Eles começam em outras funções no hotel, como mensageiro ou atendente da recepção e prosseguem até ocupar a função de concierge.

Conhecer a sua cidade por dentro e por fora - cada restaurante, teatro, atração e loja - é essencial para tornar-se um concierge bem-sucedido. Outras habilidades necessárias incluem as seguintes:
Pensamento crítico
Paciência
Flexibilidade
Habilidades organizacionais
Realizar tarefas múltiplas
Habilidades comunicativas claras e eficazes
Capacidade de falar com qualquer pessoa
Habilidades administrativas
Atitude positiva

 Os concierges também necessitam de ótimas conexões: uma agenda cheia de contatos nos setores de restaurantes, entretenimento, turismo e demais serviços. Então, quando um hóspede vem pedir ingressos para um novo espetáculo quente na Broadway ou assentos na primeira fila de um concerto com todos os ingressos já vendidos, o concierge sabe exatamente a quem chamar para obtê-los.

A despeito de seu ambiente frequentemente chique, o cargo de concierge possui salários são modestos. (Concierges mais experientes podem ganhar um salário acima da média do mercado). No entanto, o cargo também traz alguns benefícios. Há refeições grátis em restaurantes locais que tentam dar uma boa impressão e ingressos de cortesia para teatros e arenas de esportes. Os concierges também recebem gorjetas, de R$10 a R$200 ou mais, dependendo do serviço que prestam.
 
BOM SABER! 
The Golden Keys – As Chaves Douradas.

Um par de chaves douradas cruzadas na lapela de um concierge é o símbolo de Les Clefs d'Or, a organização internacional dos concierges de hotel profissionais. Para entrar nessa organização prestigiada, os pretendentes devem  ter pelo menos cinco anos de experiência no setor hoteleiro e serem patrocinados por dois membros atuais. Depois, eles precisam passar por uma análise rigorosa da diretoria. O processo de inscrição é tão rigoroso que a organização possui apenas 450 membros nos Estados Unidos.

Solicitações incomuns a concierges:
­Como os concierges prometem satisfazer todas as solicitações, de vez em quando os concierges são solicitados a prestar alguns serviços bastante bizarros. Aqui está uma pequena reunião de casos e algumas das solicitações estranhas que eu recebi e compartilhei alguns amigos que desempenhavam a mesma função em lugares e hotéis e cruzeiros diversos. São histórias incríveis, mas sempre com um final comum. Hóspede satisfeito, sempre. Seja qual for a situação.

Num determinado ano, em um evento patrocinado,  uma empresa pediu para que fossem trazidos ao hotel um cavalo e um jóquei. Eu disse: "ok". Eles responderam: "você tem certeza?". Eu entrei em contato com um amigo meu que é treinador e ele me deu um preço e disse que não haveria nenhum problema. Então, consegui que um jóquei amigo meu concordasse em vir e sentar em um fardo de feno e conversar com as pessoas. Cerca de três semanas antes do evento, a empresa percebeu a inconveniência que ocorreria se alguém fosse ferido pelo cavalo, então eles decidiram ficar apenas com o jóquei.

Uma amiga que trabalhava em hotel no norte da Europa contou que certa vez um hóspede chamou e queria saber se o concierge oferecia "serviços de empurrar cervos". Ele era caçador e precisava de alguém para segui-lo pela floresta e empurrar o cervo em sua direção para que ele pudesse atirar nele.

Um amigo que trabalha ´como concièrge em um dos mais famosos hotéis na Suíça me contou:
"Uma vez eu tive que enviar um mensageiro a Nova York para obter um par de sapatos especiais para um príncipe árabe que havia comparecido a um evento formal."


Este caso foi contado por um amigo meu, também concierge de hotel nos Estados Unidos:
Há alguns anos, nós tivemos uma grande reunião no hotel e uma mulher que tinha tido um bebê recentemente estava presente. Ela me chamou e disse que não estava trazendo seu filho, mas estava dando de mamar e não queria desperdiçar o leite. Ela me pediu para encontrar uma sala privada para ela bombear e depois queria que eu congelasse o leite e o enviasse por FedEx à sua casa. Conseguir a sala não foi problema, mas para enviar o leite eu tinha de ter gelo seco e bem poucas empresas o comercializam. Levei um dia inteiro para encontrar uma quantidade de gelo seco pequena o bastante, mas consegui.

Outro caso:
Uma mulher chamou porque queria perder peso. Ela pediu ao concierge para contratar um hipnotizador para ela, mas primeiro ela queria que ele chamasse um vidente para ver se funcionaria.

Não importa quão estranha é a solicitação, os concierges raramente negam a solicitação de um cliente ou hóspede. "Nós sempre dizemos que se não pudermos conseguir um elefante branco para você, talvez possamos conseguir um elefante cor-de-rosa, ou o acabamos por convencer o hóspede solicitante que o melhor a fazer seria ficar com o cinza tradicional, se ainda assim o descontentamento persistir, vamos dar um jeito de “colorir” o tal elefante da cor desejada. A palavra “não” realmente não existe para todo concierge que valorize sua profissão. É questão de honra atender todas as solicitações que chegam até ele. “NÃO”,essa é uma palavra contra a qual os concierges se rebelam.

Os concierges, no entanto, negarão uma solicitação se ela for ilegal ou anti-ética.
Um considerável número de vezes me deparei no balcão de recepção durante meu turno e sempre há hóspedes que pedem serviços muito específicos, contratar serviços de garotas de programa e saber onde drogas ilícitas podem ser compradas... Eu lhes dei uma das publicações locais que continham números de telefone e disse a eles para chamarem eles mesmos. Eu não sou cafetão. Com relação as drogas, é um caso bem particular de cada cidade e de acordo com o que sabemos, não é difícil de encontrar quem venda, facilite o consumo ou indique em qualquer lugar do mundo.

Outra questão importante para os concierges é a confidencialidade. É uma regra não escrita e uma exigência para entrar em organizações como a Les Clef´s Dor, que os concierges nunca revelem as solicitações de seus clientes. Durante um bom tempo exercendo a profissão, eu lidei com celebridades o tempo todo e garanto que o que eles me dizem permanece comigo.

Nos dias de hoje, a figura e a importância do cargo de Concièrge é cada vez maior. O que é irônico neste caso é que as escolas de Turismo e Hotelaria não dão o devido reconhecimento e atenção no que diz respeito a formação de bons profissionais que possam ocupar este cargo e destacar-se dentro da hierarquia organizacional hoteleira. As instituições de ensino superior de hotelaria também precisam se atualizar e reforçar as características dos profissionais que desejam tornar-se um Concièrge de fato.